segunda-feira, 15 de junho de 2015

Filhos


"A partir do momento em que você aceita um médium na sua corrente espiritual, você se torna responsável por ele. É uma responsabilidade para arcar para o resto da existência. O amor de pai e o amor de mãe são muito importantes para que o filho espiritual, se desenvolva sem traumas e com a perspectiva de ser feliz. Quem não tem esse amor sabe a falta que faz.
Ser pai ou mãe espiritual é uma dádiva, mas ao mesmo tempo é uma constante de desafios. Não existem filhos perfeitos. Saber disso ajuda. Todos trazem qualidades que nos fazem ter orgulho e, ao mesmo tempo, têm seus pequenos defeitos. São, em essência, como qualquer ser humano.
Esse processo de formar filhos espirituais, é doloroso! Decepção, altos e baixos, lágrimas, sofrimento, traição, fazem parte desse processo.Não desistam! Não desanimem! Muitas vezes como pais espirituais, vamos passar por decepções, dificuldades, etc.
A alegria de gerar um filho espiritual é fantástica, e de participar do processo de formação de seu caráter também.
Disciplina é absolutamente necessária da parte de um pai espiritual aos seus filhos na fé! O pai espiritual que não se preocupa com seus filhos o suficiente para adverti-los, discipliná-los, não os ama de verdade. Cabe ao filho entender que a disciplina vem de um coração amoroso, preocupado, que tem nosso bem em mente. Axé á todos!"


Texto de autoria da Morubixaba Carine