terça-feira, 22 de maio de 2018

Poema ao Caboclo das Sete Encruzilhadas "Aqui não falta uma flor!"




Aqui não falta uma flor!

“Com o coração embrutecido,
onde o ódio parece ter vencido,
o intolerante segue intransigente,
ao apelo do irmão diferente.
Uma Luz então chegou,
humilde, em seu peito, traz o símbolo do Amor,
ouvindo àqueles que mais sabiam,
ensinando aos que ainda se perdiam no caminho.
A Natureza era a devoção,
Sol, Matas, Cachoeira, Rio, Estrada, Mar e Trovão,
Tudo presente em uma só missão:
praticar a Caridade acolhendo ao irmão!
Uma flor então se faz presente,
com seu perfume, alegra a todo o doente,
ensinando o caminho da Evolução:
melhorar seu interior com Verdade e Perdão!
Quando a angústia chegar,
ouça o brado e uma certeza terá:
aqui uma flor nunca há de faltar!”

Poema ao Caboclo das Sete Encruzilhadas
Autor: Evandro Fernandes, Limeira, 22/05/2018

Confraria dos Pretos Velhos de Umbanda
Rua Evaristo Jacon, 424 - Pq. Manoel S.B. Levy - Limeira/SP
tupjaet@hotmail.com

segunda-feira, 30 de abril de 2018

COMUNICADO

ATENÇÃO!
Amanhã, 01/05/18
Não haverá atendimento na 
TUPJAET - Limeira 
Grato pela compreensão!